TUTORIAL Setembro 22, 2019

Bloquear anúncios com Raspberry Pi Zero e Pi-Hole

Contagem de palavras 11k Tempo de leitura 10 mins. Número de leituras 0

A finalidade desde projeto passa por bloquear, ao nível do DNS, os seguintes serviços web:

  • Anúncios
  • Redes de tracking (rastreamento do tipo: Google Analytics, Facebook pixel, etc…)
  • Scripts de mining

No final da configuração será possivel adicionar outras opções de bloqueio, não estando limitado aos serviços acima descritos.

Hardware

Para este guia vamos precisar do seguinte hardware:

  • Raspberry Pi Zero
  • Cartão micro SD >= 8GB
  • Cabo de alimentação USB A <-> micro USB
  • Cabo OTG
  • Pen USB Wireless

Raspberry

(Caso utilizem outro modelo de raspberry com wifi integrado não é necessário o cabo OTG nem a pen wireless)

Para a configuração inicial precisamos ainda de:

  • Teclado USB
  • Adaptador HDMI <-> mini HDMI
  • Cabo HDMI
  • Monitor

Software

O software necessário passa por escolher uma versão de linux a usar no Raspberry, bem como um cliente de SSH para realizar a ligação ao mesmo.
Para este exemplo vamos usar o Raspbian
No site da Raspberry têm acesso a um tutorial detalhado de como instalar o mesmo:
https://www.raspberrypi.org/documentation/installation/installing-images/README.md

Configuração inicial

Na configuração inicial vamos ter de realizar os seguintes passos:

  • Ligar o raspberry à rede WiFi
  • Activar o serviço de SSH

Para este passo vamos utlizar o cabo HDMI, o teclado e o monitor

Ligar o raspberry à rede WiFi

De forma a termos a certeza que o WiFi encontra-se a funcionar corretamente, vamos procurar pelas redes locais disponiveis com o seguinte comando:

sudo iwlist wlan0 scan | grep ESSID

Esta procura deverá de resultar numa lista de redes WiFi disponiveis com a nomenclatura ESSID seguido do nome da rede WiFi.
Na lista deverá de constar a vossa rede WiFi, devem de anotar o nome da mesma, no nosso caso o nome da rede é NOS-EF32
Em seguida vamos editar o ficheiro no qual será salvo os dados de ligação à rede WiFi:

sudo nano /etc/wpa_supplicant/wpa_supplicant.conf

Neste ficheiro vamos criar uma nova entrada com a seguinte estrutura:

network={
  ssid="NOS-EF32"
  psk="PALAVRA-PASSE_DA_REDE"
}

Para guardar basta usar o atalho CTRL + X depois Y e em seguida ENTER
Se tudo correr bem neste momento temos o nosso dispositivo pronto a ligar-se à rede WiFi, é possivel testar o mesmo com o comando ping:

ping -c 5 google.pt

O comando deverá de retorna 5 tentativas de ligação com o seguinte resultado:

64 bytes from mad07s09-in-f3.1e100.net (172.217.17.3): icmp_seq=1 ttl=55 time=24.9 ms
64 bytes from mad07s09-in-f3.1e100.net (172.217.17.3): icmp_seq=2 ttl=55 time=31.9 ms
64 bytes from mad07s09-in-f3.1e100.net (172.217.17.3): icmp_seq=3 ttl=55 time=30.6 ms
64 bytes from mad07s09-in-f3.1e100.net (172.217.17.3): icmp_seq=4 ttl=55 time=33.8 ms
64 bytes from mad07s09-in-f3.1e100.net (172.217.17.3): icmp_seq=5 ttl=55 time=30.0 ms

Desta forma o nosso dispositivo encontra-se ligado à internet via WiFi.

Activar o serviço SSH

Para ativarmos o serviço SSH basta correr os seguintes comandos:

sudo systemctl enable ssh
sudo systemctl start ssh

Instalação do Pi-Hole

O Pi-Hole é um utilitário que permite bloquear, ao nível do DNS, vários serviços existentes na internet.
A principal funcionalidade passa por bloquear anúncios, trackers (Google Analytics, Facebook Pixel, etc) entre outros.

Dando continuidade ao não tutorial, neste ponto o vosso aparelho encontra-se pronto a funcionar apenas com o cabo de alimentação ligado, pois com o serviço SSH activo podemos realizar uma ligação ao mesmo sem ser preciso o uso de um monitor e cabo HDMI.

Para realizar a ligação ao Raspberry precisamos de um cliente SSH.
Existem vários clientes SSH para várias plataformas, neste tutorial vamos realizar a ligação ao Raspberry com 2 dispositivos distintos.
Vamos utlizar um computador com Windows 10 e um Smartphone com Android.

Cliente SSH Windows 10

O Windows 10 dispõe de uma aplicação nativa que permite a ligação ao dispositivo via SSH.
Esta aplicação encontra-se ativa e pronta a usar na ultima versão do Windows 10 (1903).
Para usar o cliente SSH basta abrir a PowerShell ou a linha de comandos e executar o seguinte comando:

ssh [email protected]_DO_RASPBERRY

O NOME_DE_UTILIZADOR corresponde ao utilizador configurado no Raspberry, no momento de instalação do sistema operativo, no tutorial indicado o nome de utilizador é pi e a palavra-passe, por defeito, raspberry
O IP_DO_RASPBERRY corresponde ao IP da rede local atribuído ao Raspberry.
Este pode ser encontrado acedendo ao painel de controlo do vosso Router.

Ip Router

No nosso exemplo o ip do Raspberry é o 192.168.1.220
Com esta informação vamos então realizar a ligação ao Raspberry:

ssh [email protected]

Devem de introduzir a palavra-passe depois do comando acima.
O Raspberry irá mostra algo deste género:

ssh-windows-10

Neste momento estão prontos a executar comandos remotamente.

Cliente SSH Android

Para o sistema Android vamos usar a aplicação JuiceSSH disponivel aqui:
Google Play

Depois de instalarem e iniciarem a aplicação vamos à opção Conexões, neste ecrá selecionamos a aba Identidades e adicionamos uma nova com as seguintes definições:

Apelido: Raspberry
Usuário: pi
Senha: raspberry (ou outra configurada na instalação do sistema)

Guardamos a identidade e voltamos à aba Conexões onde vamos adicionar uma nova com as seguintes definições:

Tipo: SSH
Endereço: 192.168.1.220
Identidade: Raspberry (referente ao apelido dado no passo anterior)

As restantes opções ficam com as predifinições existentes, basta guardar a nova conexão.
Caso tenham inserido todos os dados corretamente, ao selecionarem a nova conexão será apresentado o seguinte ecrã:

JuiceSSH

Neste momento estão prontos a executar comandos remotamente.

Instalação

Para a instalação do Pi-Hole basta correr o seguinte comando:

curl -sSL https://install.pi-hole.net | bash

Durante a instalação serão apresentadas algumas opções, estas podem ser alteradas se bem desejarem, no nosso exemplo vamos usar as seguintes:

  • Provedor de DNS: Google DNS
  • Listas de Hosts: Todas selecionadas
  • Protocolos: IPv4, IPv6
  • Static Address: Yes
  • Install web admin inteface: On
  • Install web server: On
  • Log Queries: On
  • Privacy mode for FTL: 0 Show everything

No fim da instalação será apresentado o seguinte ecrã:

fim-instalacao

Devem de anotar a palavra-passe para poderem aceder ao painel de controlo.

Utlização do DNS

O Raspberry encontra-se a funcionar com o Pi-Hole a correr, mas para dar uso efetivo ao DNS e bloquear os anuncios, existem 2 opções:

  • Usar o DNS ao nível do router
  • User o DNS ao nivel do dispositivo a aceder à internet

Alguns routers não permitem a alteração do DNS, para isso devem de verificar no website do fabricante do vosso router se é possivel alterar o DNS do mesmo.
O uso do DNS ao nivel do router permite aplicar o bloqueio a todos os dispositivos ligados à internet através do mesmo, poupando tempo a configurar cada aparelho individualmente para fazer uso do DNS do Pi-Hole.

DNS Windows

No meu caso o router disponibilizado pela NOS não me permite alterar o DNS do router, assim sendo vou alterar o DNS do meu PC para usar o do Pi-Hole.

Nas propriedades da placa de rede do Windows é possivel alterar o DNS com as seguintes definições:

ethernet-windows10

No Servidor DNS preferido é usado o IP do Raspberry, no alternativo podem utilizar qualquer serviço de DNS, neste exemplo é usado o da Google.

DNS Android

Nos aparelhos Android é possivel configurar o DNS em qualquer rede WiFi,
Para isso devem de abrir as definições da rede em que se encontram ligados e alterar as Definições IP de DHCP para Fixo
Com esta opção ligada será apresentada a opção de alteração do DNS, como mostra a imagem:

definicoes

O DNS 1 corresponde ao IP do Raspberry e o DNS 2 a outro serviço de DNS, neste exemplo é usado o da Google.

0%